DUELO AO SOL

Publicado por admin em sab, 11/09/2019 - 10:17
A trilha sonora der Dimitri Tiomkin para Duelo ao Sol é magnífica, em que pese o produtor Selznick ter apresentado divergências.

Esta produção de 1946 do gênero western reuniu um elenco encabeçado por Gregory Peck , Joseph Cotten e Jennifer Jones. O senador McCanles, interpretado por Lionel Barrymore no papel de um mega criador de gado com terras a perder de vista, mas que logo estarão na rota da construção de uma ferrovia. A partir do momento em que a mestiça Pearl chega na fazenda, isso desperta o interesse e faz brotar o amor nos dois irmãos que entrarão em rota de colisão. O roteiro foi escrito pelo produtor David Selznick que a exemplo do que aconteceu em outras oportunidades, os seus destemperos acabavam sempre por demitir contratados. Pela direção do filme, antes de chegar em King Vidor, outros cinco chegaram a perder o emprego. Com relação a trilha sonora, quase ocorre o mesmo, principalmente pelo desentendimento havido entre o produtor David Selznick e o compositor ucraniano Dimitri Tiomkin. Tudo aconteceu por conta de uma cena do filme em que os personagens Lewton (Gregory Peck) e Pearl (Jennifer Jones) interpretavam uma tórrida cena de amor. Parece que Selznick não havia se convencido de que a música composta por Tiomkin era a mais adequada e isso acabou rendendo uma longa discussão pois para o produtor a música não combinava com a cena de sexo. Já perdendo a paciência o compositor Dimitri Tiomkin desabafou:

- Senhor Selznick, o senhor trepa de um jeito e eu de outro, isso pra mim é música de orgasmo e ponto final!

O sangue quente do compositor ucraniano jogou um balde de água fria no temperamento esquentado do produtor David Selznick. Mas a trilha sonora muito bem estruturada  ganhou uma nova roupagem em 2016 na regravação do Prelúdio e Tema Principal com a Orquestra Filarmônica da Cidade de Praga sob a regência de Nick Raine. Você poderá assistir a gravação no vídeo anexo.

A trilha sonora de DUELO AO SOL revela todo o talento do notável compositor Dimitri Tiomkin. No filme há uma cena em que o Senador chama o capataz e pede para reunir o maior número de pistoleiros para impedir o avanço nas suas terras da construção da ferrovia, pedindo também que mande tocar todos os sinos. O que se observa é o badalar de vários sinos criando uma sequencia musical extremamente criativa, idealizada pelo compositor Dimitri Tiomkin.