PARCERIA COMPOSITOR DIRETOR: FELLINI E ROTA.

Publicado por admin em dom, 11/19/2017 - 16:24
Parceria que só a morte separou a de Fellini e Rota.

Não são poucos os exemplos de parceria diretor e compositor no cinema. A mais longeva até o momento é de Spielberg com John Williams, mas aquela cercada de maior magia, encantamento e interação foi de Fellini com Nino Rota. No programa de hoje, vamos falar dessas parcerias e mostrar os resultados musicais mais expressivos. Bem, comecemos falando de Fellini com Rota que já rendeu programa especifico, bem por isso resumidamente poderíamos sintetizar essa parceria com uma frase do próprio Fellini sobre o Rota: “o colaborador mais valioso posso responder, sem pensar, foi Nino Rota. Entre nós se estabeleceu uma integração plena, total, desde Abismo de Um Sonho, o primeiro filme que fizemos juntos. Nossa integração foi interessante: eu tinha decidido ser diretor, e Nino já era uma premissa para que continuasse a sê-lo. Tinha uma imaginação geométrica, uma visão musical das esferas celestes, para quem não havia necessidade de ver as imagens dos meus filmes. Quando eu lhe perguntava que motivos tinha em mente para sublinhar esta ou aquela seqüência, observava claramente que as imagens não o preocupavam;o seu mundo era um mundo interno, onde a realidadetinha escassa possibilidade de acesso. Vivia a música com facilidade e a liberdade de uma criatura que vive uma dimensão que lhe é espontaneamente  consciente.” Depois dessa frase, só nos resta mostrar uma das maravilhosas criações musicais de Rota para os filmes de Fellini. A minha trilha preferida continua sendo aquela que toca a alma, LA STRADA. A cena final com Zampanó ( Anthony Quinn ) na praia é um dos momentos mais pungentes da cinematografia que só a genialidade de Fellini poderia descrever.