TRIBUTO A MANOS HADJIDAKIS.

Publicado por admin em seg, 10/23/2017 - 09:53
Manos Hadjidakis  um dos mais importantes nomes da música no cinema da Grécia.

O compositor Manos Hadjidakis pode ser considerado como um dos mais importantes nomes da música no cinema da Grécia, ao lado de Mikis Theodorakis. A produção musical de Hajidakis foi tremendamente influenciada pela música folclórica do seu país não perdendo a oportunidade de introduzir um pouco da experiência pessoal de pesquisas aprofundadas sobre as raízes da música tradicional grega.

Durante a década de sessenta num período político de intensa turbulência, quando então muitos gregos tiveram que abandonar o país para não serem perseguidos,  Manos Hadjidakis acabou se refugiando nos Estados Unidos, a partir de 1966, permanecendo até 1972.

Hadjidakis além do cinema também compôs para o teatro e tinha uma ativa participação na carreira concertista. Ele também foi o responsável por solidificar a formação de muitos expoentes da música no cinema, dentre eles o italiano Nicola Piovani.

 

A partir de 1974, com a queda da ditadura militar, Hadjidakis voltou a participar ativamente dos movimentos culturais da Grécia. Exerceu o cargo de Diretor da Ópera Grega de 1975 até 1977 e de  Diretor da Orquestra Estatal de 1975 até 1982. Em 1980 e 1981, ela lançou o August Music Festival em  Creta, que contou com a participação de expressões importantes da música como Nicola Piovani, Astor Piazolla, Gyorgi Sandor  entre outros.

Em 1989, ele fundou a Orquesta de Colores, com o objetivo de apresentar música original grega a qual foi seu regente até o fim de sua vida.

Os trabalhos mais importantes de Hadjidakis para o cinema foram as trilhas sonoras dos filmes Nunca aos Domingos de 1960 que valeu-lhe o Oscar de melhor trilha sonora além de trabalhos como em  Terra de Sonho Distante de 1963 e   Topkapi de 1964.

O compositor Manos Hadjidakis nasceu no dia 23 de Outubro de 1925 na cidade grega de Xanthi, faleceu no dia 15 de Junho de 1994, aos 68 anos, privando o cinema de continuar contando com o seu enorme talento.