MORRICONE E CHICO BUARQUE

Publicado por admin em ter, 10/16/2018 - 09:44
Todo o arranjo orquestral e regência das músicas de Chico Buarque coube a Il Maestro Ennio Morricone.

Em 1969 Chico Buarque estava exilado na Itália e resolveu então gravar um disco com os seus sucessos cantados em italiano. A gravadora RCA escalou o compositor, maestro e arranjador Ennio Morricone para trabalhar com Chico Buarque na elaboração do repertório. A gravação contou ainda com a participação do famoso percursionista Mandrake, que trabalhava com os músicos que acompanhavam a cantora Elza Soares, que cumpria uma temporada na Itália. As vozes de coro das musicas foram executadas pelos I Cantori Moderni di Alessandroni. As letras das musicas de Chico foram traduzidas para o italiano com o famoso letrista que trabalhava com o cantor Sergio Endrigo, o não menos famoso Sergio Bardotti, um grande admirador da MPB. Uma outra participação famosa foi da soprano Edda Dell’Orso, que era a musa soprano de Morricone, que ficou incumbida da participação vocal nas musicas “Ela Desatinou”e  ainda “Umas e Outras”. Considerando o grande êxito que à época Morricone desfrutsva principalmente em função do western POR UM PUNHADO DE DÓLARES, ficou convencionado que o LP teria como título PER UM PUGNO DI SAMBA. Se por um lado o disco não veio para o Brasil, na Europa o vinil alcançou expressivos índices de venda, em função do grande prestígio que a música brasileira ostentava. Todo o arranjo orquestral e regência das músicas de Chico Buarque coube a Il Maestro Ennio Morricone.