GLADIADOR (2000)

Publicado por admin em ter, 10/24/2017 - 18:41
Trilha sonora composta por Hans Zimmer e Lisa Gerrard.

O ator Russell Crowe interpreta, em GLADIADOR, o personagem Maximus que se prepara para assumir o posto do rei Marco Aurélio, mas uma conspiração o tira do poder e transforma-o num gladiador. Depois de décadas, Hollywood resolveu investir num épico romano e GLADIADOR custou 100 milhões de dólares, rendendo nas bilheterias mais de quatro vezes o valor investido. O ator Oliver Reed, que faz o papel de empresário dos gladiadores, sofreu um ataque cardíaco e faleceu antes do término das filmagens. Dessa forma, as cenas que faltavam tiveram que ser feitas com um dublê e com um acabamento no computador.

O filme ganhou cinco estatuetas na festa do Oscar, inclusive de melhor filme, mas curiosamente o diretor Ridley Scott não levou o prêmio de direção. A trilha sonora composta por Hans Zimmer conquistou enorme sucesso e foi indicada ao Oscar, mas não ganhou. Se por um lado Hans Zimmer não ganhou o Oscar, por outro lado levou um Globo de Ouro para casa. A trilha sonora de GLADIADOR ainda ficou com o Satélite de Ouro de Los Angeles e o Prêmio do Círculo dos Críticos de Cinema de Las Vegas.

Trabalhando em parceria com a compositora Lisa Gerrard, mais uma vez Hans Zimmer oferece uma trilha de acompanhamento, ou seja, não expressa através da música nenhum outro tipo de sentimento ou mensagem, limitando-se a seguir a trilha visual, que tem sido a característica fundamental do trabalho de Zimmer. O compositor alemão sempre trabalhou com a filosofia de que sua música cede sempre os méritos para a parte visual, contentando-se em acompanhar as cenas. O tema Battle é o mais vigoroso com os andamentos iniciais que se tornaram mais marcantes, pois o restante tem uma sincronia tão perfeita com as cenas que muitos espectadores nem percebem a música.

O tema “Barbarian Horde” tem toda uma suntuosidade sinfônica, que é também característica do compositor alemão que costuma dar suas pitadas de erudito com veia vienense.

Os temas como “Sorrow”, “The Emperor is Dead”,Reunion” e “Elysium” são composições de Lisa Gerrard e Klaus Badelt. Nesses mesmos temas todas as vocalizações foram feitas por Lisa Gerrard, além de “Now We Are Free”.

O compositor Hans Zimmer foi buscar na valsa vienense a inspiração para temperar as cenas de batalhas, mas também das lutas dos bravos gladiadores para a sobrevivência. A música de Zimmer não deixa de nos sugerir melodicamente todo o sofrimento que muitas vezes resultava em suor e sangue por parte das lutas