WASP NETWORK: REDE DE ESPIÕES

Publicado por admin em sab, 07/04/2020 - 18:35
Agora em 2020, o cineasta francês Olivier Assayas resolveu contar no cinema a história escrita por Fernando Moraes. Visando prestigiar o Brasil, convidou Wagner Moura para viver o papel de Juan Pablo Roque que ao lado de Gerardo Hernandez, vivido por Gael Garcia Bernal, tentariam desmontar o esquema anticastrista.

O escritor e jornalista Fernando Moraes escreveu em 2011 o livro Os Últimos Soldados da Guerra Fria. Moraes esteve várias vezes em Cuba, sendo que em 2008 ele recebeu vários documentos sobre uma operação batizada de Rede Vespa. Um grupo de cubanos residentes na Flórida, formou uma entidade encarregada de desestabilizar o regime de Fidel Castro. Ataques a bomba, principalmente em hotéis para minar a indústria do turismo e asfixiar ainda mais a economia da ilha. Em resposta, Fidel formou uma rede de espionagem em território americano, justamente para desmontar o grupo anticastristas. Agora em 2020, o cineasta francês Olivier Assayas resolveu contar no cinema a história escrita por Fernando Moraes. Visando prestigiar o Brasil, convidou Wagner Moura para viver o papel de Juan Pablo Roque que ao lado de Gerardo Hernandez, vivido por Gael Garcia Bernal, tentariam desmontar o esquema anticastrista. O cineasta Assayas, remontou seu filme para que a atriz Penelope Cruz, no papel de Olga, pudesse ter maior protagonismo no filme, que tem ainda no elenco a legitimamente cubana Ana de Armas. Baseado em fatos reais, o filme mostra que os cinco espiões cubanos que foram presos nos Estados Unidos em 1990 só foram libertados em 2014. Uma narrativa inteligente que deixou o cineasta francês feliz por ser o primeiro cineasta a ter as portas de Cuba abertas para que rodasse seu filme que tratava do contexto político. WASP NETWORK: REDE DE ESPIÕES, a nossa dica cinematográfica, disponível na Netflix.