MÚSICA PARA CENA DE RUA.

Publicado por admin em ter, 12/12/2017 - 09:17
Alfred Newman detém o título de campeão do Oscar, foram 9 Oscars premiando as suas trilhas sonoras. Newman faleceu no dia 17 de fevereiro de 1970 e dois de seus filhos brilham na constelação da música no cinema, Thomas e David Newman.

A rua é sempre um local especial, marcado por situações rigorosamente distintas, pois depende do local onde essa rua está inserida. Num grande centro, o ritmo da música seria um, já numa pequena e pacata localidade, seria outro, se por acaso a câmera estivesse focada no personagem central do filme, dependeria ainda do próprio estado de espírito do personagem. Então, são várias situações em que a música difere no seu ritmo, sempre de acordo com o discurso da narrativa. Tivemos uma música composta no início da década de trinta pelo notável compositor Alfred Newman, que foi feita exatamente para cenas na rua. A música foi composta para o filme Street Scene (No Turbilhão da Metrópole) de 1931, dirigido por King Vidor. A música se tornou tão expressiva que ela acabou aproveitada em vários filmes, ou seja, ela tem cara da rua, até no nome STREET SCENE, cena de rua. Em 1941 ela voltou a ser utilizada no filme Quem Matou Vicky? Em 1946 no filme Envolto Nas Sombras, ambas as trilhas compostas por Cyril J. Mockridge. Em 1947 no filme A Luz é Para Todos e no ano seguinte, 1948 Uma Vida Marcada, ambas as trilhas compostas por Alfred Newman. Em 1949 foram dois filmes; O Beijo da Morte, com trilha composta por David Buttolph e A Amiga da Onça com música de Roy Webb. Em 1950 em Passos na Noite e ainda em 1953 Como Agarrar Um Milionário ambas as trilhas compostas por Cyril J. Mockridge. Como se vê, o compositor Alfred Newman foi muito feliz ao captar melodicamente qual seria o melhor acompanhamento musical para uma rua, como sua música caiu em domínio público ela pode ser utilizada em todos esses filmes.

Alfred Newman detém o título de campeão do Oscar, foram 9 Oscars premiando as suas trilhas sonoras. Newman faleceu no dia 17 de fevereiro de 1970 e dois de seus filhos brilham na constelação da música no cinema, Thomas e David Newman.