ANIVERSÁRIO DE EDWARD SHEARMUR.

Publicado por admin em ter, 02/27/2018 - 18:18
Compor trilhas sonoras para o cinema, segundo  Ed Shearmur é um dos melhores empregos do mundo, principalmente quando ele sente que tem liberdade para romper os próprios padrões estabelecidos por Hollywood.

Está aniversariando neste dia 28 de fevereiro o compositor inglês Edward Shearmur, ou Ed para os mais íntimos, ele que nasceu em Londres em 1966. Desde os sete anos, quando começou a cantar no coro da Abadia de Westminster estava muito nítida a sua identificação com a música.

A sua formação clássica não impediu que ele enveredasse pelo caminho do rock e fosse ter experiência de conhecer as raízes musicais do norte da África, durante o período que cursava a universidade. Ele iniciou sua trajetória de compositor de trilhas em 1993 através do filme THE CEMENT GARDEN. Quem foi o responsável por impulsionar a sua carreira foi Michael Kamen, com quem Ed trabalhou por mais de dez anos. Shearmur é um compositor que procura sempre se identificar com o trabalho que abraça, para ele muito mais importante do que o gênero cinematográfico é descobrir o que a música pode fazer pelo filme. A sua experiência em conjuntos musicais e orquestras, serviram para dar uma amplitude maior ao seu trabalho. Se por acaso desde a infância não estava acostumado a ouvir trilhas sonoras, de outra parte ouvia qualquer gênero musical desde a polifonia do Renascimento até musica eletrônica e japonesa. Ed Shearmur é daqueles compositores que valorizam a melodia pois na sua visão o próprio ser humano sente a necessidade de uma melodia como trilha sonora da sua própria vida.

Assim como teve trabalhos rejeitados por diretores e compositores, também foi chamado para substituir colegas em outras situações. Desta forma tem pavimentado uma carreira na qual já compôs para mais de oitenta filmes.Dentre as trilhas de maior projeção se destacam CAPITÃO SKY E O MUNDO DE AMANHÃ, K-PAX – O CAMINHO DA LUZ, AS PANTERAS, MISS SIMPATIA, LEIS DA ATRAÇÃO e O CONDE DE MONTE CRISTO.

Um dos trabalhos mais apurados de Ed Shearmur foi para o filme de 2002 dirigido por Kevin Reynolds O CONDE DE MONTE CRISTO, que coincidentemente se constitui numa de suas trilhas preferidas.

Compor trilhas sonoras para o cinema, segundo Shearmur é um dos melhores empregos do mundo, principalmente quando ele sente que tem liberdade para romper os próprios padrões estabelecidos por Hollywood.