ANIVERSÁRIO DE JOE HISAISHI

Publicado por admin em qui, 12/06/2018 - 09:55
O compositor Joe Hisaishi tem feito várias apresentações em concertos  na Ásia e parte da Europa.

Completando mais um ano de uma feliz existência o compositor japonês Joe Hisaishi. Mamoru Fujisawa  (Joe Hisaishi) nasceu na cidade de Nagano no dia 06 de dezembro de 1950. Aos cinco anos de idade começou a se familiarizar com os instrumentos, iniciando os estudos de violino. Foi assim que nasceu o seu amor pela música, sendo que mais tarde frequentou o Colégio de Música de Kunitachi onde estudou composição musical. A sua carreira artística teve inicio nos anos setenta, quando foi convidado para compor a música de uma serie de desenhos animados televisiva intitulada Gyatoruz. Foi nesse momento que ele começou a perceber a importância que a música exercia no sentido de reforçar as imagens. Para o cinema sua primeira incursão aconteceu em 1982, também dentro da animação em Angélica e o Mágico de Oz, numa alusão ao clássico dos anos trinta. Em 1984 tem início a sua parceria com o grande pai do cinema de animação do Japão, Hayao Miyazaki através do filme Nausicaa No Vale do Vento. O cineasta Hayao Miyazaki resolveu se aposentar, muito embora tenha sido propalado que ele poderia retomar suas atividades a partir do ano que vem. Essa decisão repercutiu no animo de Hisaishi que nunca deixou de reconhecer ter aprendido lições importantes com o grande mestre. Hisaishi conseguiu perceber que dirigir é um trabalho extremamente árduo, procurando observar um filme não apenas pela ótica do compositor, mas também do próprio diretor. A parceria com Hayao Miyazaki prosperou justamente pelo respeito profissional e acima de tudo pelo fato do diretor saber reconhecer o devido valor da música. Joe Hisaishi e o cineasta Hayao Miyazaki construíram uma sólida parceria de décadas. Joe Hisaishi está trabalhando na trilha sonora do novo filme de  Miyazaki que será lançado no ano que vem, que mostra o lado psicológico de um adolescente e seu relacionamento  com amigos e também com o estimado tio. 

 Para Hisaishi, uma música não pode se limitar a representar efeitos sonoros, ela deve participar do processo de narrativa. Bem por isso, quando está assumindo um trabalho procura estudar o roteiro do filme e os próprios personagens, as formas como eles se comportam em cena. Tudo isso é essencial para que se cumpra um objetivo de ter uma música compatível com o filme, assegura o compositor.

Joe Hisaishi já tem um acervo de composições para mais de 100 filmes, tendo no espaço de 43 anos arrebatado 23 prêmios, além de ter sido indicado para outros 23. Seu mais recente trabalho par o cinema foi para um filme da cineasta chinesa Ann Hui que conta a história da ocupação japonesa em Hong Kong.

Joe Hisaishi sabe perceber claramente o quanto a tecnologia pode ajudar no seu ofício, mas o que ele não abre mão é justamente de extravasar a sua inspiração nas teclas do piano.

Um dos trabalhos mais apurados de Joe Hisaishi ao longo de toda a sua carreira, sem dúvida foi para o filme  que concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro de 2008, A PARTIDA do diretor Yôjirô Takita. Nesta trilha sonora pudemos perceber a exata dimensão que o trabalho de um compositor pode representar para o filme. Joe Hisaishi conseguiu impregnar na sua música as emoções dos próprios personagens da história. É justamente num momento como esse que o compositor demonstra toda a sua genialidade e talento. 

Joe Hisaishi tem feito várias apresentações em concertos  na Ásia e parte da Europa.