PLANO DE FUGA (2017)

Publicado por admin em sex, 05/18/2018 - 16:12
Mais uma produção espanhola que transita pelo gênero policial com muita competência, neste que é o terceiro longa do cineasta Inaki Dorronsoro, que também assina o roteiro. A produção foi rodada nas cidades de Madri e Bilbao. Um filme de muita ação que mostra um bandido profissional que se alia a uma quadrilha formada por ex-militares do leste europeu, cuja missão é assaltar um grande banco.

Mais uma produção espanhola que transita pelo gênero policial com muita competência, neste que é o terceiro longa do cineasta Inaki Dorronsoro, que também assina o roteiro. A produção foi rodada nas cidades de Madri e Bilbao. Um filme de muita ação que mostra um bandido profissional que se alia a uma quadrilha formada por ex-militares do leste europeu, cuja missão é assaltar um grande banco. O personagem Victor, interpretado pelo ator Alain Hernandez, é especialista em perfurar paredes que podem levar tanto ao interior de um banco, como do próprio cofre. Victor  tem uma dívida de gratidão para com seu amigo Rápido, vivido pelo ator Javier Guterrez, naufragado nas drogas e que não deseja mais participar desse audacioso golpe. No entanto, não será fácil Rápido sair da quadrilha, sem pagar com a própria vida. Completando o elenco, num papel mais secundário o experiente ator espanhol Luis Tosar no papel do tenente da polícia. O filme tem reviravoltas interessantes e que contribuem para adicionar doses de emoção intensa.

Um dos grandes méritos do  diretor Inaki Dorronsoro, foi alternar as histórias contadas, transitando pelas ações dos ladrões, mas também enveredando pela vida privada. Com uma velocidade bem calibrada, isso sustentou o clima de suspense da narrativa. Dentre os desafios na realização deste filme, fica justamente as cenas de rua, que sempre requerem um processo de elaboração mais cuidadoso.

A trilha sonora foi composta pelo francês radicado na Espanha Pascal Gaigne, que mais uma vez cumpre um excelente papel funcional, contribuindo para conduzir as emoções do espectador. Sua trilha foi premiada no ano passado no Festival de Cinema de Málaga.