AS INJUSTIÇAS DO OSCAR NA MÚSICA -PARTE 6.

Publicado por admin em qua, 02/21/2018 - 18:55
Ennio Morricone e a sua primeira indicação ao Oscar  pela trilha de CINZAS DO PARAÍSO e John Williams concorrendo com a música de O SUPERHOMEM. Quem levou a estatueta naquela noite foi Giorgio Moroder com a música de O EXPRESSO DA MEIA-NOITE.

Na cerimônia do Oscar de 1979 tivemos mais uma das injustiças da Academia. Naquele ano, o compositor Ennio Morricone concorria pela primeira vez ao prêmio através do seu estupendo trabalho para o filme do cineasta Terrence Malick, CINZAS DO PARAÍSO. Além dessa trilha maravilhosa, também concorria John Williams com a música do filme SUPERHOMEM, dirigido por Richard Donner. De quebra, tivemos ainda Jerry Goldsmith apresentando um trabalho arrojado através do filme de  Franklin J. Schaffner, OS MENINOS DO BRASIL. Mas quem acaba levando o prêmio de melhor trilha sonora original, acaba sendo EXPRESSO DA MEIA-NOITE música composta por Giorgio Moroder, que também faturou o Globo de Ouro, desbancando também John Williams que concorria com a trilha de O SUPERHOMEM.

 Na época, o grande favorito para a crônica especializada  seria justamente a música de CINZAS DO PARAÍSO, com isso ficou consumada a primeira grande decepção de Ennio Morricone com o Oscar, já que seu trabalho permitiu que ele arrebatasse o Oscar da Inglaterra o BAFTA com esta sua trilha sonora.