OS ADÁGIOS DE MORRICONE

Publicado por admin em sex, 11/02/2018 - 19:27
Mas o compositor Ennio Morricone teve a oportunidade de compor vários adágios que foram inseridos nas trilhas sonoras de distintas produções cinematográficas.

A expressão adágio deriva do italiano e significa à vontade ou então “calmamente”. A propósito, este último significado “calmamente” se encaixa com mais profundidade dentro do contexto onde a palavra acaba sendo amplamente empregada que é a música erudita. O adágiose caracteriza por um movimento em andamento lento, podemos ter adágios em sinfonias, como a 1ae 2ade Brahms, ou ainda a 9ade Beethoven no terceiro movimento onde temos um adágio molto e cantabile, belíssimos. O adágio também está presente em concertos como o para violino e orquestra de Paganini. Mas, seguramente o adágio mais famoso é, sem dúvida o composto por Tommaso Albinoni. Aliás, este Adágio de Albinoni, como ficou conhecido, é na realidade apenas alguns fragmentos de uma sonata. Trata-se de uma obra de rara beleza, revelando, sobretudo uma atmosfera musical sombria, mas que no fundo chega a revelar uma espécie de grande paixão. O adágio de Albinoni até aqui já marcou presença nas trilhas de 62 filmes.

Mas o compositor Ennio Morricone teve a oportunidade de compor vários adágios que foram inseridos nas trilhas sonoras de distintas produções cinematográficas. Vamos oferecer alguns exemplos desses trabalhos, começando pelo filme de 1975 dirigido por Alberto Bevilacqua CUIDADO COM O TOLO, que mostra um empresário que enfrenta um ex-funcionário fascista que assedia sua esposa com objetivo de humilhá-lo. Para esta trilha Morricone compôs dois adágios: Adagio Primo e Adagio Secondo. No primeiro adagio temos um oboé e cordas, enquanto que para o segundo Morricone faz uma variação do primeiro, utilizando a espineta, que é um teclado da família do cravo, sendo  mesclado com as cordas.

Em 1982 Morricone compôs a trilha sonora do filme de Alberto Martino ELO DE SANGUE, oportunidade em que ofereceu um belíssimo adágio que foi intitulado de “Adagio To Kill”.

Finalmente em 2009 em O MISTÉRIO QUATRARO, um documentário jornalístico que mostra até que ponto um funcionário Antonio Quatraro, da Comissão Européia teria cometido suicídio ou teria sido assassinado. Mais uma vez, Morricone tem a oportunidade de oferecer um belíssimo adagio intitulado “Adagio Sacrale Nº1.

Na trilha sonora de CANONE INVERSO temos os andamentos iniciais de Canone Inverso Primo reproduzindo nitidamente um adágio.