TEMAS QUE MARCARAM ÉPOCA

Publicado por admin em sex, 03/23/2018 - 17:02
Quando a Fórmula 1 passou a ser transmitida pela televisão no início dos anos setenta, tivemos a música do filme de 1966 GRAND PRIX dirigido por John Frankheimer e com a música composta por  Maurice Jarre que se transformou em prefixo musical.

Em plena época do cinema mudo a música tinha um tratamento dispensado pela indústria cinematográfica que a colocava simplesmente como um acessório de um filme, era uma questão de puro acompanhamento enquanto acontecia a exibição. Com o advento do cinema sonoro a música ganhou uma participação mais importante e consequentemente tivemos uma evolução do que se convencionou chamar de trilha sonora. Ela passou a desempenhar os mais diferentes papeis dentro da narrativa cinematográfica. A rigor pouca gente está interessada em saber de onde vem a música, se a sua inserção tem uma explicação para a ação do filme. Mas o que importa para o grande público acaba sendo o resultado da narrativa, da história e seu efeito estético no filme como um conjunto. Agora uma determinada passagem musical pode perfeitamente servir como objeto de identificação para o filme.

Existem determinadas músicas que além do aproveitamento do filme e do sucesso que alcançam, acabam atingindo outras esferas. Trocando em miúdos, muitos temas de determinadas trilhas sonoras, acabaram se transformando em prefixos musicais de programas para o rádio e também para a televisão.  Quando a Fórmula 1 passou a ser transmitida pela televisão no início dos anos setenta, tivemos a música do filme de 1966 GRAND PRIX dirigido por John Frankheimer e com a música composta por  Maurice Jarre que se transformou em prefixo musical. Indiscutivelmente a música de Maurice Jarre também acabou sendo utilizada por inúmeras emissoras de rádio, quando o assunto era automobilismo, dada a própria identificação musical que o tema acabou despertando com a modalidade esportiva.