MÚSICA DE AÇÃO: O TIGRE E O DRAGÃO.

Publicado por admin em ter, 12/19/2017 - 20:13
O TIGRE E O DRAGÃO, do cineasta Ange Lee, um filme cuja música acabou premiada, pois  ela embalou o balé dos atores em cena. Música composta pelo chinês Tan Dun que arrebatou o Oscar de melhor trilha sonora. O filme conquistou ainda mais três Oscars, além de 95 outros prêmios.

De repente no set de filmagem escuta-se a voz do diretor no auge da sua autoridade anunciando: luzes, câmera, ação! Esse é o trinômio da realização cinematográfica, mas para completar falta o outro componente que será acrescentado na fase de montagem do filme e que será determinante, no sentido de oferecer a uma determinada cena de ação todo o vigor que dela se espera, que é a música. A música cumpre um importante papel quanto a estar inserida no chamado recurso articulatório, tão necessário à dramaturgia do cinema. Não importa se o filme é de ação e o som faz parte da natureza, a música também é parte integrante deste cenário, caso contrário todo o trabalho de uma realização cinematográfica poderá ficar comprometido. Um roteiro inteligente, uma fotografia belíssima, não pode faltar a música. Bem por isso esse conjunto fez de O TIGRE E O DRAGÃO, do cineasta Ange Lee, um filme cuja música acabou premiada, pois  ela embalou o balé dos atores em cena. Música composta pelo chinês Tan Dun que arrebatou o Oscar de melhor trilha sonora. O filme conquistou ainda mais três Oscars, além de 95 outros prêmios.