SEM PALAVRAS

Publicado por admin em dom, 10/18/2020 - 10:36
SEM PALAVRAS  é o título da comédia francesa com contornos dramáticos de 2018, dirigida por Hervé Mimran em seu terceiro longa metragem. Alan Wapler, interpretado de forma impecável por Fabrice Luchini um executivo de uma importante indústria automobilística, que transformava a sua pressa em sucesso. Uma capacidade extraordinária de não perder um minuto que fosse, o que o tornava um modelo bem sucedido na empresa.

Este é o título da comédia francesa com contornos dramáticos de 2018, dirigida por Hervé Mimran em seu terceiro longa metragem. Alan Wapler, interpretado de forma impecável por Fabrice Luchini um executivo de uma importante indústria automobilística, que transformava a sua pressa em sucesso. Uma capacidade extraordinária de não perder um minuto que fosse, o que o tornava um modelo bem sucedido na empresa. Um dia, ao acordar pela manhã ele sente os primeiros sintomas do que viria a se confirmar num AVC- Acidente Vascular Cerebral. Graças a habilidade e prontidão do seu motorista que percebeu que o patrão não estava bem e rapidamente chegou ao hospital. Claro, essa prontidão evitou um mal maior que poderia ser o óbito, mas as sequelas, estas iriam ter reflexo na sua atividade empresarial. Alan teve a parte do cérebro responsável pela fala afetada e isso praticamente mudou radicalmente a sua maneira de ser. Considerando que um chefe é aquele que passa o dia todo conversando com as pessoas, como ficará o processo de comunicação de Wapler ? A sua fonoaudióloga Jeanne, interpretada pela atriz Leila Bekhti é profissional competente, mas terá capacidade será que vai conseguir com que Wapler possa se comunicar naturalmente com as pessoas ? Como chefe de uma importante montadora de veículos ele era o alvo das atenções, e depois do AVC como ficará sua condição profissional? Wapler tem uma filha adolescente que sempre reclamava que o pai nunca tinha tempo para ela, depois do AVC como ficará esse relacionamento? Você poderá imaginar que se trata de uma narrativa amargurada e permeada de drama! Bem, justamente nesse instante é que entram em cena dois componentes fundamentais que são o diretor e o ator principal. Ambos são capazes de contribuir para que a história seja narrada de forma alegre, bem humorada, sem nenhum menosprezo a seriedade do problema. O talento se mostra quando o talentoso é capaz de dizer as mesmas coisas de outras pessoas, mas com graça! SEM PALAVRAS, a nossa dica cinematográfica disponível no BTV.