MORRICONE E A FLAUTA PAN

Publicado por admin em sab, 10/20/2018 - 21:26
Para a trilha sonora de INIMIGOS DE GUERRA, Morricone pode contar com a participação do grupo musical italiano Trencito De Los Andes, fruto de uma associação cultural italiana que é dedicada a música andina. Nessa trilha sonora a marcante presença do instrumento a partir do tema principal e ainda  na faixa”The Healing”.

E quanto ao som de uma legítima flauta de pan andina, esta apareceu pela primeira vez por ocasião do filme ERA UMA VEZ NA AMÉRICA e o solista foi aquele considerado o verdadeiro responsável pela popularização desse instrumento, que foi o romeno Gheorghe Zamfir. Na trilha sonora do filme de Sergio Leone ERA UMA VEZ NA AMÉRICA, o compositor Ennio Morricone em pelo menos dois momentos nos traz o maravilhoso solo propiciado por Zamfir que foi através das músicas “Childhood Memories”e ainda em “Cockey’s sSong”, escorando a maravilhosa participação vocal de Edda Dell’Orso.

Por outro lado, não podemos nos esquecer que a trilha onde o instrumento flauta de pan, acabou mais prestigiado foi através da trilha sonora de INIMIGOS DE GUERRA, do cineasta Brian De Palma, de 1989. Já a partir do tema principal podemos sentir a expressiva presença desse instrumento. Na Tailândia e também no Vietña, temos uma variação desse instrumento que permite que de forma cilíndrica o músico possa alternar as notas através simplesmente a rotação pelas mãos e não pela cabeça. Para a trilha sonora de INIMIGOS DE GUERRA, Morricone pode contar com a participação do grupo musical italiano Trencito De Los Andes, fruto de uma associação cultural italiana que é dedicada a música andina. Nessa trilha sonora a marcante presença do instrumento a partir do tema principal e ainda  na faixa”The Healing”.