OS GIRASSÓIS DA RÚSSIA (1970)

Publicado por admin em seg, 10/02/2017 - 17:05
Trilha sonora original do filme Os Girassóis da Rússia composta por Henry Mancini

Tonino Guerra e Cesare Zavattini, dois grandes roteiristas do cinema italiano e companheiros de longa jornada de Vittorio De Sica, assinam o roteiro de OS GIRASSÓIS DA RÚSSIA. O filme é a história de uma mulher, cujo marido vai combater na Segunda Guerra e o tempo passa e ela fica sem notícias. A partir de uma informação de que o marido teria sobrevivido e estaria morando na Rússia, ela parte numa jornada solitária com objetivo de encontrar o grande amor da sua vida. Desempenhos extraordinários de uma dupla que atuou durante trinta anos em dez filmes, Marcello Mastroianni e Sophia Loren. Além do roteiro inspirador, o filme conta com uma fotografia extraordinária de Giuseppe Rotunno, explorando de forma artística o amarelo de uma imensa plantação de girassóis, cujo sentimento no cinema reflete a saudade. De nada adiantaria se o filme tivesse uma boa direção, elenco, fotografia, mas a música não atendesse as expectativas. Vittorio De Sica, sempre foi muito compenetrado na questão das músicas de seus filmes e sempre esteve muito bem acompanhado, tanto por Alessandro Cicognini como por Armando Trovaioli. Mas, nessa época, De Sica havia se acostumado a trabalhar com o seu filho Manuel que estava muito compenetrado numa outra produção dirigida pelo pai, O JARDIM DOS FINZI CONTINI. Dessa forma, Vittorio De Sica resolveu então convidar o compositor de origem italiana Henry Mancini, que atravessava o melhor momento da sua carreira. O compositor Henry Mancini se notabilizou por trilhas maravilhosas e que serviram, sobretudo, para evidenciar certa especialidade quanto às músicas de acompanhamento, sempre oferecendo melodias cativantes.

O Tema de Amor de OS GIRASSÓIS DA RÚSSIA começa com um magnífico solo de piano do próprio Mancini, com a orquestra entrando e recheando uma melodia profundamente enternecedora que levou as plateias do mundo inteiro às lagrimas.

No instante em que a personagem Giovanna (Sophia Loren) chega a Moscou, sobe as escadarias da estação e depara-se com uma cidade fria, onde ela não conhece ninguém, tentando buscar informação que possa levá-la até Antonio (Marcello Mastroianni), desaparecido nos gelados campos da União Soviética, sentimos o impacto melódico da música. A música de Mancini então procura estabelecer certo cunho nacionalista com um solo do instrumento do folclore russo, a balalaica. Uma fusão de cordas marca o tema com uma melodia que retrata a angústia, tensão, abandono e aflição que toma conta da personagem Giovanna.

A música de Mancini foi indicada ao Oscar, mas perdeu para o melodrama LOVE STORY - UMA HISTÓRIA DE AMOR, com trilha composta pelo francês Francis Lai.