ANIVERSÁRIO DE FRANCIS LAI

Publicado por admin em qui, 04/26/2018 - 06:43
Francis Lai já compôs trilhas  para mais de 120 filmes e  mais de 600 canções, muitas delas estouraram nas paradas de sucesso de todo mundo, interpretadas por estrelas de grande renome e gabaritadas orquestras.

Francis Lai nasceu no dia 26 de abril de 1936 na cidade francesa de Nice. Francis Lai é um taurino fascinado por música desde muito cedo, ele começou a se apresentar em  orquestras locais da região onde nasceu. Mas foi em  Marseilles que ele descobriu jazz e conheceu Claude Goaty, cantor de canções populares dos anos cinqüenta. Nesta ocasião ele foi morar Paris, onde começou a desenvolver trabalhos musicais para o teatro. Depois de trabalhar um período curto com a orquestra de Michel Magne, respeitado compositor de trilhas, Francis Lai se tornou o arranjador de Edith Piaf e também um dos compositores com os quais ela teve a oportunidade de trabalhar. Mais tarde, veio conhecer Pierre Barouh que o apresentou a Claude Lelouch e daí para frente, ambos estabeleceram uma parceria que dura mais de quatro décadas e meia. Foi em 1966, que Francis Lai realizou o primeiro trabalho para Claude Lelouch, por ocasião do filme UM HOMEM E UMA MULHER, com anouk Aimée e Jean Louis Tritgnant. Com esta trilha ele foi indicado para concorrer ao Oscar, pela primeira vez e a música se transformou num sucesso arrebatador, foram vendidas 5 milhões de cópias do disco da trilha sonora. 

Francis Lai já compôs trilhas  para mais de 120 filmes e  mais de 600 canções, muitas delas estouraram nas paradas de sucesso de todo mundo, interpretadas por estrelas de grande renome e gabaritadas orquestras. Depois de uma excursão triunfante pelo Japão, ele ostentou um novo desafio permitindo que o mundo da música descobrisse o acordeão eletrônico. A primeira apresentação aconteceu em 1974 em Londres, com Francis Lai regendo a Royal Philharmonic Orchestra . 

Francis Lai ainda assim é pouco conhecido do grande público, exatamente  por causa da personalidade discreta como testemunham seus próprios amigos e colegas. Mesmo assim  Francis Lai é o compositor francês de trilhas sonoras com o número mais alto de vendas em todo o  mundo. Foi em 1970 que ele recebeu prêmios do mundo inteiro, inclusive com o Oscar pelo seu trabalho para o filme LOVE STORY, novamente ele alcança cifras astronômicas de vendagem de discos, foram nada mais nada menos do que 6 milhões de cópias . 

A paixão musical de Francis Lai passa necessariamente pelo jazz com especial apreço pelos trabalhos de Miles Davis e Charlie Parker. Em 1977 ele conquistou o primeiro lugar no Festival de Música Yamaha de Tóquio, através da canção para BOM DIA TRISTEZA. Ainda neste mesmo ano, ele faria a trilha sonora do filme CARÍCIAS INTIMAS, que assinalaria um novo recorde de vendas na sua carreira, foram 7 milhões de cópias. 

O ano de 1982 foi ainda mais significativo para a carreira de Francis Lai, senão vejamos, ele recebeu no Festival de San Sebastian um premio pelo conjunto da sua obra e carreira. Alem disso foi homenageado e premiado no importante Festival de Berlim pela trilha sonora do filme REATRATOS DA VIDA mais uma vez trabalhando ao lado de Claude Lelouch, quando ele utiliza de forma magistral o bolero de Ravel. 

Francis Lai já trabalhou com os mais importantes nomes da direção cinematográfica, ele é respeitado em todo o mundo. 

Francis Lai já foi desafiado nos mais distintos gêneros cinematográficos, muito embora sua competência musical em dramas e romances tenha sido comprovada de forma incontestável. Mas Francis Lai também enveredou pelo gênero western, numa produção não tão bem sucedida, muito embora o elenco fosse encabeçado por Brigitte Bardot e Claudia Cardinalle em AS PETROLEIRAS. 

Francis Lai foi um dos pioneiros na criação de sons a partir do sintetizador. Ele só compõe à noite, um hábito que ele manteve desde que começou a compor trilhas para o cinema. 

 Francis Lai tem uma produção rigorosamente regular, todos os anos compõe pelo menos uma trilha para o cinema. Em 2017 ele compôs a trilha sonora do novo filme de Claude Lelouch CHACUN AS VIE, completando então 52 anos desta feliz parceria Lai e Lelouch.

Se tivesse que eleger uma trilha da sua vasta produção, não titubearia em apontar seu trabalho para o cineasta russo Nikita Mikhalkov em OLHOS NEGROS, filme de 1987 estrelado por Marcello Mastroianni e Silvana Mangano.

No vídeo uma apresentação da Korean Pops Orchestra executando a música do filme LOVE STORY, UMA HISTÓRIA DE AMOR.