REBECCA NÃO É UM FILME DE HITCHCOCK

Publicado por admin em qui, 10/29/2020 - 10:06
O cineasta francês François Truffaut conseguiu realizar um grande sonho que era conhecer e entrevistar Alfred Hitchcock o que rendeu um precioso livro. Ao ser perguntado por Truffaut, se considerava REBECCA um filme de Hitchcock, o cineasta inglês simplesmente respondeu: não é um filme de Hitchcock é um conto de fadas!

Em 1939 o cineasta Alfred Hitchcock tinha rodado o seu último filme da fase inglesa, ESTALAGEM MALDITA. Foi quando recebeu o convite do produtor David Selznick que era uma espécie do grande manda chuva de Hollywood. Foi oferecido para Hitchcock rodar um filme sobre o Titanic. Ocorre que quando desembarcou nos Estados Unidos, Hitchcock foi surpreendido com a mudança de planos de Selznick que pretendia filmar REBECCA. Essa mudança de planos aconteceu pelo fato de Selznick ter ficado motivado pelo sucesso do filme E O VENTO LEVOU e dessa forma pretendia insistir no romance. Em que pese o filme ter sido baseado na obra   da escritora inglesa Daphne Du Maurier, REBECCA de 1940 é um filme tipicamente americano. O próprio Hitchcock entendia o filme REBECCA como uma espécie de Cinderela. No entanto, o material psicológico que Hitchcock recolheu do filme REBECCA foi muito útil no sentido de que a partir desse filme, os demais passaram a ter a marca do mestre do suspense. Esta refilmagem de REBECCA, A MULHER INESQUECÍVEL não tem nada de Hitchcock, assim como as três tentativas de promover uma sequência de PSICOSE, o clássico de 1960, também não tinha nada de Hitchcock, pois a sua obra tinha uma marca essencialmente pessoal. O cineasta francês François Truffaut conseguiu realizar um grande sonho que era conhecer e entrevistar Alfred Hitchcock o que rendeu um precioso livro. Ao ser perguntado por Truffaut, se considerava REBECCA um filme de Hitchcock, o cineasta inglês simplesmente respondeu: não é um filme de Hitchcock é um conto de fadas!