AS INJUSTIÇAS DO OSCAR NA MÚSICA -PARTE 8.

Publicado por admin em qui, 02/22/2018 - 19:45
Parece incrível, mas para mutos críticos assim como para uns um Oscar tem efeitos positivos, para outros acaba exercendo um efeito negativo a ponto de não ganhar mais nada e muito menos se firmar na constelação de Hollywood. O compositor Michael Gore hoje está atuando mais na função de orquestração e também musicas para produções televisivas.

Na festa do Oscar de 1981 novamente tivemos trilhas importantes sendo indicadas. O compositor John Morris concorria com a música de O HOMEM ELEFANTE, que também concorria como melhor filme. Já o francês Philippe Sarde produziu um excelente trabalho musical para TESS do cineasta Roman Polanski, que também concorria ao Oscar de melhor filme . John Williams concorria com a trilha sonora do filme O IMPÉRIO CONTRA ATACA, sendo considerado o principal favorito da noite.

Correndo por fora um filme sem grande aspiração em outras categorias, FAMA, que permitiu então ao compositor fazer barba e cabelo, levando dos Oscar’s, um pela trilha instrumental e o outro como melhor canção para FAME na interpretação de Irene Cara.

Parece incrível, mas para mutos críticos assim como para uns um Oscar tem efeitos positivos, para outros acaba exercendo um efeito negativo a ponto de não ganhar mais nada e muito menos se firmar na constelação de Hollywood. O compositor Michael Gore hoje está atuando mais na função de orquestração e também musicas para produções televisivas.