UMA ESPÉCIE DE FAMÍLIA

Publicado por admin em dom, 09/13/2020 - 11:20
O filme UMA ESPÉCIE DE FAMÍLIA com roteiro e direção de Diego Lerman mostra nessa história que a adoção pode não representar os interesses da criança, mas de esquemas que se escondem por trás de uma fachada de bom coração. 

Se durante a ditadura militar argentina crianças eram roubadas de seus pais e entregues aos apoiadores dos militares, já a partir de 2000 a crise econômica estabeleceu uma nova realidade. Nos tradicionais bolsões de pobreza de Argentina passaram a ocorrer um verdadeiro comércio de bebês. Entre os interessados em adotar um bebê, aparece a medica Malena interpretada pela atriz espanhola Barbara Lennie, que em tratativas com o seu colega médico Dr. Costas, vivido pelo ator argentino Daniel Aráoz, parte então para uma pequena localidade no interior da Argentina para buscar o  filho que biologicamente ela não conseguiu ter. Chegando ao hospital da pequena comunidade, parece que tudo corre de forma absolutamente normal, no sentido de evidenciar gestos de generosidade. De um lado da mãe, que impossibilitada de prover o novo ser que vem ao mundo, concorda em permitir que seu filho seja criado numa outra família. O Dr. Costas que naturalmente também seria movido por algum espírito caridoso ao vislumbrar um final feliz para essa história. Mas, de repente, uma enorme pedra no meio do caminho, quando então pela primeira vez é cogitada a questão financeira de uma espécie de transação. Bem a partir desse momento começa um grande drama na trajetória de Malena, cujas consequências são sombrias, pois a cada momento uma nova dificuldade. A caridade deveria ser praticada em segredo, pois quando as coisas são muito escancaradas, o espaço fica aberto para os interesses, que nem sempre como nesse caso, envolve apenas um lado. O filme UMA ESPÉCIE DE FAMÍLIA com roteiro e direção de Diego Lerman mostra nessa história que a adoção pode não representar os interesses da criança, mas de esquemas que se escondem por trás de uma fachada de bom coração.