MORRICONE E A BATERIA

Publicado por admin em qui, 10/25/2018 - 10:19
Um dos grandes bateristas com quem Morricone pode contar em nas gravações de suas trilhas, bem como nos concertos realizados foi com o notável napolitano Vincenzo Restuccia.

A etimologia do termo percussão remete ao italiano percussione, significando bater com força, mas nesse sentido faz toda a diferença quando o instrumento assume uma base importante, reforçando sobretudo a sonoridade. Nesse sentido surge então a bateria que na obra de Ennio Morricone em várias de suas trilhas, o instrumento valorizou sobremaneira a própria composição oferecendo um acompanhamento primoroso. Um dos grandes bateristas com quem Morricone pode contar em nas gravações de suas trilhas, bem como nos concertos realizados foi com o notável napolitano Vincenzo Restuccia. Um baterista que se notabilizou tanto no campo da música pop, como no jazz tocando com Dizzy Gillespie, e sobretudo no campo das trilhas sonoras. Restuccia chegou a tocar com o nosso poetinha Vinicius de Moraes na década de sessenta. Foi justamente nesse período que o baterista Vincenzo Restuccia iniciou sua colaboração com Ennio Morricone e a primeira trilha que participou foi do filme TRÊS HOMENS EM CONFLITO, filme de Sergio Leone. Mas foi em MADDALENA que a sua bateria assumiu o papel principal no filme dirigido por Jerzy Kawalerowicz.