SENTIMENTO DO PERSONAGEM NA MÚSICA.

Publicado por admin em qua, 12/27/2017 - 06:54
O personagem Harry Angel , interpretado por Mickey Rourke como um detetive que vai investigar um crime, e acaba se envolvendo com o personagem Louis Cyphre, interpretado por Robert De Niro, que representa a figura do próprio demônio que insiste em tomar o  coração do policial. A música de Trevor Jones faz questão de deixar bem nítida as batidas do coração do personagem.

O tema que estamos propondo tem tudo a ver com a preponderância, com a importância que a música tem representando principalmente o estado de espírito de um personagem. Tem gente que coloca a música como um personagem a mais no filme, mas na verdade a situação não é bem assim. Toda a ação de um filme está fundamentada na arte de representar e o personagem é sempre um executor dessa representação. Mas em matéria de sentimento, existe uma ligação muito forte com a música, que auxilia o espectador a interpretar determinada ação. Mais ainda, a música é capaz de oferecer toda uma robustez a uma determinada cena, independente do talento de quem está representando. Para ilustrar o que mencionamos, vale lembrar do filme de 1987, CORAÇÃO SATÂNICO , dirigido por Alan Parker . O personagem Harry Angel , interpretado por Mickey Rourke como um detetive que vai investigar um crime, e acaba se envolvendo com o personagem Louis Cyphre, interpretado por Robert De Niro, que representa a figura do próprio demônio que insiste em tomar o  coração do policial. A música de Trevor Jones faz questão de deixar bem nítida as batidas do coração do personagem.

A música tema composta pelo sul africano Trevor Jones é valorizada principalmente pelo solo do saxofonista inglês Courtney Pine.