SHAFT (1971)

Publicado por admin em seg, 10/02/2017 - 17:08
Trilha sonora original do filme SHAFT composta por Isaac Hayes

 SHAFT é, sem dúvida, um filme emblemático de uma era que ficou conhecida como “black-power”. O cinema sempre se mostrou pródigo em realçar o perfil de detetives de polícia, tanto aqueles que vieram da literatura como Sherlok Holmes, Dashiel Hammet, Hercule Poirot, como também aqueles que foram criados pelo próprio cinema como Dirty Harry. O filme dirigido por Gordon Parks traz no elenco Richard Roundtree que, na época, além de ter sido aclamado como um dos homens mais elegantes do mundo, também figurou na revista Premiere Magazine como uma das 100 melhores personalidades de todos os tempos. O ator Richard Roundthree, posando como uma espécie de James Bond negro, vive o policial John Shaft. Para atuar em SHAFT, o ator recebeu um cachê quase que simbólico de 12.500 dólares. O filme contou não só com o elenco, bem como a equipe técnica formada apenas por negros. O diretor Gordon Parks, no melhor estilo Hitchcock, apareceu numa das cenas do filme rodado no Harlem e Little Italy. As expressões presentes nos guetos de Nova Iorque são mostradas pela primeira vez na tela, o que serviu de inspiração para cineastas que se seguiram, como foi o caso de Spike Lee.

A trilha sonora de SHAFT foi composta por Isaac Hayes, um cantor e compositor que surgiu no final dos anos 1960, com muito vigor. Em 1970, ele teve sua primeira oportunidade de compor uma trilha para o filme dirigido por Norman Mailer, MAIDSTONE. Mas seu grande sucesso, em matéria de trilhas sonoras, aconteceu com o filme SHAFT, já que o tema título conseguiu um sucesso espetacular em todo o mundo. Para que se ter uma ideia, a música permaneceu durante algumas semanas no topo das paradas de sucessos da conceituada revista Billboard Hit 100. Isaac Hayes conquistou, de forma merecida, com a canção de SHAFT, prêmios importantes como o Oscar, Globo de Ouro e o Grammy. A música estabelece uma relação perfeita com o filme nas cenas no Harlem, bairro de origem africana e que mostra os negros numa luta contra o crime organizado dos brancos. Temos uma cena num bar, no qual o compositor Isaac Hayes aparece como garçom.

A música de Isaac Hayes guarda certa semelhança com um estilo cunhado a partir dos anos de 1960, por Quincy Jones. Aquela música de ginga, com muito balanço e swing e que realçam as cenas.

O tema de SHAFT chegou a ser exaustivamente usado como prefixo de vários programas de rádio. O filme inspirou a criação de uma série televisiva com mesmo título. A tentativa em 2000 de reeditar o sucesso, numa versão moderna protagonizada por Samuel L. Jackson, não vingou.

 Sem dúvida alguma, o original SHAFT, de 1971, contribuiu para provar que este foi o trabalho mais importante de Isaac Hayes para o cinema, bem como aquele que lhe rendeu os prêmios mais importantes. Ele foi o primeiro músico negro a ser premiado com um Óscar na categoria de canção original.