DAMAS DE PRETO

Publicado por admin em sab, 01/05/2019 - 11:15
DAMAS DE PRETO apenas enquanto cumpriam jornada de trabalho, pois fora do expediente comercial, um festival de cores nos modelos de época.

Este é o novo filme do cineasta australiano Bruce Beresford que na sua trajetória de mais de meio século no cinema, brindou o público com trabalhos soberbos. O seu primeiro grande sucesso nas telas foi CRIMES DO CORAÇÃO de 1986 com um grande trio formado por Jessica Lange, Diane Keaton e Sissy Spacek. Mais tarde em 1989 o filme que contribuiria para dar uma guinada na trajetória de Beresford com CONDUZINDO MISS DAISY, que arrebatou vários prêmios inclusive quatro Oscars. Beresford é australiano e na década de oitenta acabou conquistando o coração de Hollywood. De volta ao seu país de origem, Austrália ele brinda o público com um filme leve, romântico e com boas pitadas de humor. A história da jovem Lisa que presta vestibular para a Universidade, enquanto isso, vai trabalhar numa refinada loja de departamentos, onde as mulheres se vestem de preto. Inteligente, simpática e carismática, conquista a simpatia das colegas ao mesmo tempo em que vai amadurecendo. O ano é 1959, o palco a cidade de Sydney que efervescia culturalmente principalmente pela presença de imigrantes europeus, como também pela quebra da estrutura social de classes, onde a mulher passava a exercer um protagonismo importante. No elenco a grata revelação da atriz de apenas 17 anos, Angourie Rice que já ostenta em sua filmografia 18 filmes, evidenciando que nasceu uma grande estrela na constelação cinematográfica.

A trilha sonora muito bem estruturada foi confiada a competência do compositor australiano Christopher Gordon, o mesmo de MESTRE DOS MARES e O ÚLTIMO DANÇARINO DE MAO. Gordon selecionou um repertório bastante variado da década de cinquenta onde se destacam Elvis Presley, Roy Orbison, Tony Bennett, Percy Faith e muitos outros. Mas seguramente uma das canções mais marcantes deste período foi o sucesso interpretado pelo conjunto The Platters interpretando a canção Smoke Gets In Your Eyes, com uma participação de realce no filme.

DAMAS DE PRETO apenas enquanto cumpriam jornada de trabalho, pois fora do expediente comercial, um festival de cores nos modelos de época.