O QUE NOS LIGA.

Publicado por admin em sab, 02/24/2018 - 09:43
Quem assiste ao filme tem a sensação de estar visitando uma vinícola, percebendo os diferentes estágios com a colheita da uva até a produção do vinho. O palco das filmagens foi a região da Borgonha, um colírio tinto ou branco para os olhos.

Este é o título da produção francesa de 2017. Quando o cineasta francês Cedric Klapisch resolveu fazer um filme sobre o vinho, claro que foi estimulado por algumas produções recentes, mas ele procurou ir mais fundo na questão sobre o vinho e a própria questão atávica. O QUE NOS LIGA é uma história que comove, mas também nos enche de entusiasmo ao perceber o que existe por trás de uma garrafa de um bom vinho. Jean, Juliette e Jeremie ( Pio Marmai, Ana Girardot e François Civil) são três irmãos que  ficam órfãos com a morte do pai  e tem a responsabilidade de administrar a propriedade da família e permitir que ela continue produzindo bons vinhos. Jean, o irmão mais velho ficou dez anos longe da família e procurou seguir um caminho do vinho, porem no outro lado do mundo, Austrália onde vivia com a esposa e um filho. Com a morte do pai, ele tem que retornar com objetivo de resolver as pendências do inventário. A pudesse ponto se os laços familiares não são suficientes para unir, o próprio pai tratou de tomar as providências para que os três tivessem a responsabilidade de construir uma fraternidade que se constitui no fio condutor da narrativa.  Três irmãos com diferentes temperamentos, concepções de vida, objetivos, mas que apresentam um ponto comum que pode ser decisivo no sentido de se estabelecer uma certa união, o amor ao vinho.

Quem assiste ao filme tem a sensação de estar visitando uma vinícola, percebendo os diferentes estágios com a colheita da uva até a produção do vinho. O palco das filmagens foi a região da Borgonha, um colírio tinto ou branco para os olhos.

 O cineasta Cedric Klapisch iniciou sua trajetória em 1986 através de um curta metragem, mas enveredou por distintos caminhos dentro do cinema tanto na condição de cinegrafista, diretor de arte, roteirista, ator e diretor. Esta sua vasta experiência é justamente a garantia de filmes que nos enche de paixão pelo cinema.

No arquivo de áudio mostramos de forma inédita a música tema do filme, composta por Loic Dury que é um DJ que atua nas noites parisiense, também tem programa de rádio e se dedica a compor trilhas para o cinema desde 1999 celebrando parceria com o cineasta Cedric Klapisch desde 2005 através do filme Bonecas Russas.

Moral da história; se Deus fez a água e o homem o vinho é porque este é um grande elo de união.