O INCIDENTE NO NILE HILTON.

Publicado por admin em qui, 01/04/2018 - 10:53
Este é o título do filme do cineasta sueco Tarik Saleh que acabou se inspirando num fato ocorrido em 2009 em Dubai, quando uma cantora libanesa foi assassinada e um oficial egípcio acabou preso. O  palco dos fatos do filme é a cidade do Cairo alguns meses antes de estourar a Revolução de 2011 que acabou gerando o que ficou conhecido como dias de fúria, com a população ocupando a Praça Tahir, exigindo a derrubada do ditador Hosni Mubarak.

Este é o título do filme do cineasta sueco Tarik Saleh que acabou se inspirando num fato ocorrido em 2009 em Dubai, quando uma cantora libanesa foi assassinada e um oficial egípcio acabou preso. O  palco dos fatos do filme é a cidade do Cairo alguns meses antes de estourar a Revolução de 2011 que acabou gerando o que ficou conhecido como dias de fúria, com a população ocupando a Praça Tahir, exigindo a derrubada do ditador Hosni Mubarak.

Se por um lado a história conta que desde a época dos faraós, o Egito acabou tomado por uma onda de corrupção envolvendo o alto escalão até as camadas mais simples da população, também nos dias de hoje o país ainda se ressente desse clima.

Como se fosse uma tragédia grega em que um personagem desafia os deuses, no filme um investigador de polícia resolve enfrentar o alto escalão do governo ao investigar o envolvimento de um rico empresário ligado ao presidente do Egito, é suspeito de ter matado a sua amante, que era uma cantora. Uma narrativa inteligente do cineasta Saleh que mostra o quanto a estrutura policial e politica do Egito está tomada por corrupção.

Este foi o terceiro longa metragem do cineasta sueco que deu mostra da sua competência, abordando um tema que mostra um personagem tentando lutar contra um sistema corrupto, sem medo de ser engolido pelas estruturas de poder.

A trilha sonora foi composta pelo sueco, ex-vocalista de bandas de rock, Krister Linder. Ele entrou para o campo das trilhas sonoras a partir de  2006 através de documentários e mostra todo o seu potencial.

Este filme foi exibido na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo de 2017.