O MILAGRE DA CELA 7

Publicado por admin em dom, 04/05/2020 - 20:16
O filme O MILAGRE DA CELA 7, além dessa produção turca, também foi adaptada pelos cinemas da Filipinas e da Indonésia. O filme turco está disponível no Netflix.

No campo da sétima arte, um dos grandes benefícios do processo de globalização foi de permitir que tomássemos conhecimento de produções cinematográficas, que antes era impossível. Por exemplo, perceber o cinema da Turquia que se mostrou pouco vigoroso até que a partir da segunda metade da década de sessenta, quando as produções começaram a ganhar expressão. Contudo, foi nos anos noventa que começaram a surgir nomes que ofereceram maior reputação ao cinema turco como do genial Nuri Bilge Ceylan. Na atualidade o nome de expressão que emergiu das series televisivas foi de Mehmet Öztekin que no seu terceiro longa metragem no ano passado, resolve refilmar O MILAGRE DA CELA 7, remake de uma produção sul coreana de 2013. A principal novidade da refilmagem está na ambientação da história que ocorre no ano de 1983, período em que a Turquia está em plena vigência de uma Lei Marcial. Foi justamente no ano seguinte que a Turquia aboliu a pena de morte, para que pudesse pleitear a sua entrada na União Européia. O Milagre da Cela 7 que mostra Memo, um pastor de ovelhas que tem problemas mentais, morando ele e sua filha com a avó octogenária. O filme é uma pungente história de amor de Memo pela filha Ova. Memo depois de um trágico episódio é acusado injustamente de ter assassinado a filha de um militar graduado. Memo é sumariamente condenado, sem julgamento, sendo colocado numa cela com mais de uma dezena de presos. Depois de sofrer duras agressões por parte dos presos, leva um tempo para que todos percebam de que os problemas mentais de Memo, não poderiam colocá-lo como responsável pelos seus atos. Ademais, sua idade mental era a mesma da sua filha Ova. A cela 7 a partir da presença de Memo, acaba se transformando num território totalmente diferente do que era antes, principalmente quando ocorre a visita da garotinha Ova ao pai. A cena do pai e a filha, parecendo duas crianças ligadas pelo elo do amor puro é comovente, capaz de tocar os corações de todos os outros integrantes da cela 7, independente da frieza que gerou a cometerem os mais diferentes crimes. Quem diria que Memo, com todo o seu distúrbio cognitivo fosse apelidar uma rocha que ele chamava de “gigante de um olho só” e que ali poderia estar escondida uma testemunha capaz de livrá-lo da pena de morte a que foi condenado. Uma narrativa densa, mas permeada de muita ternura expressa pela pureza de sentimento de Memo e o profundo amor de Ova pelo pai. Resumidamente a grande lição que o filme passa é do sentimento de humanidade que se mostra sempre escasso no âmbito das relações humanas. Os destaques desta produção para as atuações soberbas de Aras Bulut Ienemly, no papel de Memo e a garotinha Nisa Sofiya Aksongur como Ova. A trilha sonora foi composta pelo turco Hasan Ozsut que depois da sua formação musical em Los Angeles, resolveu ficar por lá e pavimentar uma carreira que teve início em 2010. A música que foi gravada pela Orquestra Filarmônica de Praga, consegue em muitos momentos reforçar as cenas e mover a alavanca da emoção. O filme O MILAGRE DA CELA 7, além dessa produção turca, também foi adaptada pelos cinemas da Filipinas e da Indonésia. O filme turco está disponível no Netflix.